De dentro pra fora

MM9_Geral_26.jpg
POC_2152.jpg

Quando se começa um novo negócio, as portas se abrem para outros cenários de oportunidades, encontros e, principalmente, desafios. Só que não sabemos ao certo o que fazer já que na escola o verbo “empreender” não foi ensinado. Por isso, é preciso ir atrás de ferramentas para gerir um novo trabalho e, consequentemente, uma equipe e futuros parceiros. Ainda que a maioria dos empreendedores da CULTURA FEITA À MÃO executem sozinhos inúmeras tarefas (leia depoimentos em #SOU MANUAL), em algum momento o volume de criações, encomendas e participações em feiras cresce e eles constatam: há necessidade de outros braços para somar.

Diante desse contexto, você sabe orientar sua equipe? Especialista em liderança e gestão de pessoas, Roberta Tilkian - mediadora da CONVERSA MANUAL do Mercado Manual na Fundação Ema Klabin - manda o recado: “A gente não constrói empresas de sucesso, mas equipes de sucesso que irão construir empresas de sucesso”. Ela mesma teve que experimentar e aprender a gerar o próprio negócio, a Umanas Gestão e Desenvolvimento. Criada em 2017 e formada por uma equipe com mais duas pessoas fixas e quatro parceiros, a empresa auxilia novas lideranças para que estejam engajadas e conectadas com suas equipes e clientes.

Para assumir uma liderança sadia, o primeiro passo, segundo Roberta, é COMUNICAÇÃO. “Já tive um cliente que não conseguia evoluir porque não tinha o plano da marca traçado, não sabia como se comunicar com os funcionários e quem era seu público-alvo. Então, cada um da equipe agia de uma forma diferente porque não havia um padrão, vendiam a marca e o produto da forma como achavam melhor”, recorda.

Neste caso, Roberta sugeriu ao cliente que observasse o novo negócio “de dentro para fora” para, enfim, poder atuar de maneira eficiente. Ou seja, “antes de ver o público e a concorrência, vimos que ele trabalhava com pessoas boas em lugares distorcidos dentro da empresa. Ele também não sabia contar a história do que estava vendendo e não se importava, de fato, com o diferencial do que estava criando”.

Ou seja, para gerir seu próprio negócio é preciso ter claro o que se faz, o que se quer, para onde se almeja ir e de que forma criar meios e condições para que sua equipe esteja alinhada com estes objetivos e propósitos. Afinal de contas, “se a gente não sabe o que procura, as coisas passam e ficamos ao acaso, sem solidez”, alerta.  


EMPREENDA COM CONSCIÊNCIA

Confira 7 dicas da especialista em liderança Roberta Tilkian

1.

Para desenvolver uma marca ou uma empresa, duas coisas são essenciais e dependem apenas de você: determinação e disciplina;

2.

Saiba a razão pela qual você se dedica a este determinado fazer manual e divulgue isso. Para isso, questione-se: por qual razão vendo este determinado produto e qual a real diferença que quero fazer no mundo e na vida das pessoas que o adquirirem;

3.

Tenha muito clara a história da sua marca: ela deve estar impressa no dia a dia e não só na gaveta já que esta história é que dará sustento e força ao produtos que você cria. Não acredito em marca sem histórias;

4.

Saiba a linguagem do seu consumidor: assim você sabe como conversar com ele e contar sua história;

5.

Planeje-se, ou seja, avalie possíveis dificuldades que encontrará no desenvolvimento da sua marca. Considere possibilidades como: se vender no primeiro mês; se a nova coleção não der certo; se preciso ou não encontrar uma mão de obra para incrementar o que eu faço;

6.

Cuide tão bem da sua equipe quanto você cuida do seu cliente: a gente não constrói empresas de sucesso, mas equipes de sucesso que irão construir empresas de sucesso;

7.

Confie: há mercado para todo mundo! Saiba quem é sua concorrência, busque sempre que possível inovação, mas não deixe que os concorrentes te assustem.


CONVERSA MANUAL

Manual na Ema

Mediar uma conversa é atuar, de certa forma, como uma conciliadora para que todas as partes envolvidas tenham espaço de voz e de escuta. Será este o papel que a especialista em liderança e gestão de pessoas Roberta Tilkian (Umanas) vai assumir nas rodas conversas que acontecerão no MANUAL NA EMA, dia 6 de outubro, na Fundação Ema Klabin (São Paulo-SP). Em nossa CONVERSA MANUAL, feita em parceria com a curadora Carmen Marie e com a Vida Simples, vamos ouvir diferentes experiências. Abertas ao público e gratuitas, as rodas vão levantar reflexões sobre Resgate dos fazeres manuais, Liderança feminina, Movimento da Economia Circular, Inclusão e Diversidade, além de outros assuntos essenciais para nossa forma de pensar e atuar no mundo hoje. Anota na agenda!

Confira a programação completa (temas, horários e participantes) aqui!


Texto e edição: Maju Duarte
Fotos: Leonardo Sang / Casa Dobra e Patricia Corvo