Vender sem perder a ternura

MMPina_Geral14.jpg
 

Você é a alma do seu negócio! São suas mãos e horas dedicadas à criação que estão ali impressos numa blusa, cerâmica, joia, vela, geleia… Sua verdade e, principalmente, seus valores, é que vão encantar outras pessoas que poderão levar para suas casas uma peça única. Mas, você sabe contar a sua história e a da sua marca? Consegue comunicar visualmente em redes sociais como é feito seu trabalho manual? E quando está em contato com o público numa feira, mercado ou bazar, você sabe vender? Ou trava na hora e fica sem graça?

Nos próximos meses, a MANUAL vai ensinar o “pulo do gato” para que seu negócio criativo possa avançar. Para isso, convidamos a Rede Pivo, uma plataforma voltada para produtores criativos aprenderem as ferramentas necessárias para comunicar ao público suas criações e, consequentemente, bombar na internet e vender nas feiras, eventos e bazares.

Quem vai dar dicas valiosas (pode anotar!) é a designer Isabella Bonfitto, uma da sócias-fundadoras da Pivo. “Temos que entender que a venda é uma consequência do funcionamento saudável de um negócio em diversos aspectos. Por exemplo, se a pessoa não dá atenção à comunicação visual, relacionamento com o cliente e formação de preço isso irá se manifestar como uma dificuldade em vender”, explica.

MM6_Varanda25.jpg
 

Você é a alma do seu negócio


 
MMM3_1Folha01.jpg

5 dicas para
“vender seu peixe”

1.

Divulgue o evento que você vai participar em suas redes! O pessoal que já te segue pode ir te visitar e comprar pessoalmente seus produtos;


2.

Se possível, disponibilize produtos em diversas faixas de preço, assim você conseguirá atingir um maior número de consumidores. Pense em kits, pequenos tamanhos de produtos e etc;


3.

Pense na sua mesa de exposição como uma vitrine. Não precisa colocar todos os produtos que você têm: organize-a com seus destaques, coloque elementos de decoração e deixe seus cartões visíveis;

MM9_Geral_39.jpg

4 .

Ninguém vai querer conversar com uma pessoa com a cara amarrada, né? Seja gentil. Conte a história de seus produtos, entregue seu cartão e peça para a pessoa te seguir nas redes sociais. Você pode até oferecer um desconto especial para quem te conhecer na feira, te seguir e depois comprar online, já pensou nisso? A dica aqui é: leve adiante os contatos que fizer na feira;

Foto: Gleice Bueno

Foto: Gleice Bueno


5.

Para quem é muito tímido e não gosta nadinha de lidar com o público, é viável delegar o atendimento para algum parceiro ou colaborador que possa te ajudar. Caso isso não seja possível, você pode preparar um textinho com coisas que gostaria de falar sobre seus produtos e sua marca: vá lendo e memorizando aquilo alguns dias antes do evento. Quando temos as respostas na cabeça, a timidez perde força!

(Fonte: Rede Pivo)

 

Já conhece a Rede Pivo?

Focada em produtores criativos, a Rede Pivo foi criada em 2017 por três amigos: Isabella Bonfitto, Bruno Cassapulas e Beatriz Matos. Formados, respectivamente nas áreas de Artes Visuais, Design Gráfico e em Design Estratégico/Inovação, Isa, Bruno e Bea tinham marcas autorais e, como expositores, participavam de feiras voltadas para a cultura feita à mão. Foi aí que perceberam a recorrente dificuldade de outros empreendedores levarem adiante um negócio criativo.

Em redes sociais, site e cursos presenciais, a Pivo vem crescendo e acompanhando a realidade de pequenos empreendedores na gestão do negócio, vendas e divulgação. “Atualmente, estamos expandindo nossa área de atuação e para ajudá-los disponibilizamos conteúdo gratuito com dicas e conceitos de empreendedorismo. Também oferecemos uma formação especializada para quem tem um pequeno negócio em nosso curso PIPA idealizado em parceria com o Mercado Poucas e Boas, na Vila Madalena”, conta Isa. A 2ª edição do Curso Pipa - Voando com seu negócio criativo começa dia 10 de setembro. Saiba mais!


 

Texto e edição: Maju Duarte
Fotos: Daniel Wood e Leonardo Sang / Casa Dobra