Atelier das Minas

NKN_0165.jpg
 

No atelier da estilista Georgia Halal quem dá boas-vindas aos visitantes é a cadelinha Guria, vestida com um simpático lencinho. Mas não se preocupe. A mascote é uma simpatia de quatro patas que só late para o machismo que ainda passeia pelas ruas. É que este espaço no bairro de Pinheiros, capital paulista, também é um atelier-manifesto. Um lugar onde se promove o empreendedorismo feminino.

“Muitos não veem a desigualdade presente na moda devido a predominância feminina nesse mercado. Apesar do mercado mundial ser composto 85% por mulheres, essas não conseguem chegar tão longe em cargos de liderança e confiança como os homens. Também existem estudos que comprovam que estilistas homens frequentemente tem críticas mais favoráveis nas semanas de moda (…). Por isso uma das nossas missões aqui é dar suporte, apoiar e levantar marcas feitas por mulheres que compartilhem esse nosso propósito”, assinam embaixo Georgia e sua equipe nas redes sociais do atelier.

Movida por esses valores, a estilista reforça o que aprendeu na infância com a avó Wanda, nas férias de verão no interior do Rio Grande do Sul. Um mundo mágico e feminino rodeado por agulhas, retalhos de pano e muito respeito. De lá pra cá, ela alinhava essas memórias às ações que valorizam empreendimentos femininos em seu atelier. Por isso, decidiu abrir o próprio espaço para marcas de jovens criadoras como Tangerina Moon, Studio Pamelitas e The Feminist Tea.

AtelierGeorgiaHalal.jpg
NKN_0177.jpg

O resultado dessa semente plantada há mais de dez anos com a criação da marca é um atelier movimentado por lançamentos de peças - como a coleção Ímpar do Ateliê Nó Design apresentada ao público no dia 24 de agosto - e de publicações independentes sobre a cultura feita à mão, a exemplo da Revista Urdume (confira entrevista com a criadora Estefania Lima). Além disso, cursos e oficinas de costura habitam a sobreloja do atelier pelo clube de fazeres manuais batizado de Sew Sisters, que recentemente ganhou um novo perfil no Instagram. “Lembro a vez em que desmontei a máquina de costura da minha avó para saber como ela funcionava por dentro. A Singer que ela me deu aos 15 anos, até hoje, funciona muito bem. A mesma máquina é, inclusive, manuseada pelas minhas alunas de costura.”


Nosso propósito como marca sempre foi criar e fortalecer conexões entre mulheres


IMG_7597.jpg


Juntas e mais fortes

Buscamos conectar pessoas, marcas e ideias para pensarmos um novo lugar para moda e para mulher. Esse propósito aliado à incentivar um consumo mais consciente e buscar sempre valorizar o trabalho feminino nos trouxe a necessidade de trazer mais ação para esse discurso e abrir de fato nosso espaço para outras marcas de mulheres que compartilham os mesmo ideais que os nossos.


Mulheres transformam

Essa conexão também trouxe um outro projeto que temos no espaço chamado Mulher Transforma, que é um programa de mentoria para essas pequenas empreendedoras e marcas parceiras que precisam de uma força para se organizar como empresa. Nele nós dividimos um pouquinho do conhecimento que adquirimos nesses mais de 10 anos de marca e trazemos outras mulheres especialistas em temas específicos como administração, branding, contabilidade e marketing. Na verdade nosso espaço sempre teve a participação de outras marcas. Sempre foi muito natural isso pra mim essa parte de me conectar e colocar em prática a história de uma mulher levanta a outra.

faça você mesma 

A história do Sew Sisters começou há alguns anos atrás, eu como estilista nunca perdi esse contato intenso com a costura, que começou na minha adolescência. Vejo essa etapa como parte muito importante para meu do processo de criação e surgiu uma inquietação e uma necessidade de materializar, de alguma forma, a moda que acredito e repassar esse conhecimento. Nosso clube começou mesmo da vontade de abrir o nosso processo como marca de roupas, com aulas de costura que fugissem do tradicional, feitas especialmente para quem sempre quis costurar mas não encontrava um curso com peças e ideias descoladas e atuais. Nossas aulas são um espaço de troca muito importante, onde conseguimos discutir a complexidade da cadeia da moda e o real valor da mão de obra.

Lugar de mulher é

Esse momento delicioso de união e descontração nas aulas reforça a nossa vontade de unir pessoas e ideias para refletir o novo lugar da moda e da mulher nesse mundão. Nossas aulas de costura foram crescendo e foi natural surgir as parcerias com outras empreendedoras que são próximas e já tinham interesse em dividir seus processos criativos e o fazer manual, fazendo nosso clube de costura se tornar um clube de fazeres manuais.

sew sisters-faça sua roupa.jpg

Outros Quereres

Desde o início do Sew Sisters, nós já fazíamos algumas aulas de outras técnicas de vez em quando mas o foco maior sempre foi a costura, até por ser a parte mais presente no universo da marca. Nossa conexão com outras empreendedoras e marcas foi o que nos incentivou a trazer técnicas um pouco mais diferentes como a oficina de Aquarela Botânica com a ilustradora Elisa Sbaderllini.  Queremos sim diversificar eventualmente nossas aulas mas nosso maior foco é o universo têxtil como costura e bordado.

sew sisters1.png
sewsisters2.png

Daqui pra frente

Recentemente começamos uma reestruturação do Sew Sisters, lançamos um novo perfil no Instagram focado no projeto e a ideia é continuar trazendo novos cursos, abordar assuntos diferentes na costura em parceria com pequenas empreendedoras. Como nosso Curso de Lingerie com máquinas caseiras que desenvolvemos em parceria com a Amanda Lino da Corinela. Queremos cada vez mais inspirar as pessoas a se abrir para novas experiências e, através do fazer manual, se reconectar consigo mesmas e com sua forma de consumir.


Queremos cada vez mais inspirar as pessoas a se abrir para novas experiências e, através do fazer manual, se reconectar consigo mesmas e com sua forma de consumir


IMG_7738.jpg

Confira alguns cursos do Sew Sisters em setembro


4/9 | 19h às 22h

SEW SISTERS - Happy Hour: Rolê da Costura
Primeiro Happy Hour feito especialmente para ex-alunas ou pra quem já sabe costurar, mas está buscando novas aventuras com a máquina de costura. O tema deste encontro será “Ajustes”, então vale trazer aquela calça que você precisa fazer a barra ou aquela roupa que tá encostada precisando de uma pence. É preciso ter domínio básico de costura à máquina.
Inscrição gratuita: https://www.eventbrite.com.br/o/georgia-halal-14210401340

5, 12, 19 e 26/9 | 19h às 22h

SEW SISTERS - Módulo I Costura: Casa de Pinterest com Georgia Halal
Primeiro módulo é para quem está começando no mundo da costura. São quatro aulas com 3 horas de duração cada e todo o material está incluso. Ministrado pela Georgia Halal.
Inscrição: https://www.eventbrite.com.br/o/georgia-halal-14210401340

10 e 12/9 | 19h às 22h

SEW SISTERS: Oficina Bordado Iniciante Intensivo - Pano de Prato Sincerão
Neste curso serão ensinados cinco pontos básicos de bordado e acabamentos com a Caru Artsy. A partir daí, os participantes vão fazer um pano de prato com mensagens bem sinceronas. Além de todo o material estar incluso, você ainda leva uma folha com outros desenhos para bordar em casa. Não precisa ter conhecimento prévio.
Inscrição: https://www.eventbrite.com.br/o/georgia-halal-14210401340


Texto e Edição: Maju Duarte
Fotos: Daniel Wood / Casa Dobra e Atelier Georgia Halal / Divulgação

 
DIYDani ScarteziniModa, mulheres, artesã, DIY