Nosso Manifesto

site.jpg
 

Ser Manual é, em essência, entrelaçamento. Cada elo é fruto da criatividade, inspiração e, principalmente, da coragem daqueles que ousam voltar às raízes e fazer diferente ao desenhar uma vida em torno da autonomia do feito à mão. É resgatar tradição e ancestralidade ao contar histórias de pessoas, lugares e costumes por meio de produtos e processos artesanais. Ao mesmo tempo, é carregar a força do contemporâneo ao inovar e atender às necessidades do espírito da nossa época.

Ser Manual é fazer alianças.

É ter a certeza de que o coletivo é mais forte. A junção dos artesãos contemporâneos é capaz de formar um movimento potente que reúne pequenos empreendedores, consumidores, iniciativa pública e privada em torno de um propósito: criar soluções transparentes, capazes de gerar uma economia circular para quem consome e quem produz.

Ser Manual é saber da importância de processos éticos e acreditar no poder do pequeno de transformar o mundo, passo a passo, ao firmar uma cadeia produtiva respeitosa e consciente, que cuida das pessoas envolvidas nela, de seus resíduos. É compreender que o bem mais raro e valioso é a entrega criativa necessária para fazer um novo produto de forma artesanal.

Ser Manual é saber o valor do tempo - é encará-lo com liberdade.

A Rede Manual é uma cultura em expansão. Se estende para levar o movimento slow, o  feito à mão, para todos. Ocupa o que está livre com agenda gratuita, aberta para acolher com lazer e conhecimento, para conectar quem faz de quem compra, para provocar mais proximidade, mais olho no olho.

Ser Manual é carregar a inquietação e o desejo de fazer com as próprias mãos e transformar o entorno, etapa por etapa.
É ter coragem, sem ter garantias.
É receber o artesanal como forma essencial de expressão.
É saber-se responsável em seus fazeres.
A Manual nasceu para cada um que carrega essa força no peito.
Para reunir e vincular.
Para ser ponte.
Faça a travessia e seja parte da solução.
#soumanual