Voltar para Todos os Eventos

Moda Sustentável + Lançamento da Linha Comas Circular

Em parceria com a Rede MANUAL, a marca de roupas Comas lança a coleção-cápsula Linha Comas Circular no Espaço Colletivo + CASA MANUAL (MorumbiShopping). Durante o lançamento, o público poderá participar de um talk gratuito sobre estratégias sustentáveis no segmento da moda. Na ocasião, serão abordados temas como modos produção, durabilidade das peças e reutilização de resíduos. A nova coleção da Comas é resultado da parceria da estilista uruguaia Agustina Comas com a Cotton Move e a Souza e Cambos – ambas empresas brasileiras comprometidas com o desenvolvimento de processos sustentáveis.

O evento dá sequência a uma série de debates e oficinas realizadas pela CASA MANUAL desde novembro de 2018. Atividades gratuitas que convidam o público a valorizar saberes e fazeres manuais, repensar o consumo e colocar em prática a consciência ambiental, caso do upcycling aplicado à moda. Conhecido como reutilização criativa, esse processo transforma subprodutos ou resíduos em novos materiais ou produtos com valor ambiental. Método adotado no trabalho da estilista Agustina Comas, diretora criativa e fundadora da Comas.

Neste talk, juntam-se à estilista: José Guilherme Teixeira, fundador da Cotton Move, João Vitor Coelho e Luís Flávio Mendes Alves, engenheiro químico e engenheiro ambiental, respectivamente, da Souza e Cambos – indústria de confecção e tecelagem, sediada em Elói Mendes, em Minas Gerais, e Fábio Beltrame Magalhães, representando a certificadora Global Recycle Standard (GRS). Para mediar o debate, Marina Colerato, da plataforma de moda sustentável Modefica.

Parceiras de Agustina nesta nova coleção, a Souza e Cambos e a Cotton Move destaca-se pelo comprometimento com a questão ambiental e pela reutilização completa dos resíduos industriais para fabricação têxtil. Como? Através da captação da água da chuva que, após usada na fabricação de roupas, é tratada e reutilizada no processo de produção. Também é feita a gestão de resíduos sólidos resultantes do corte das peças. “A vontade de fazer roupas a um preço mais acessível para mais gente – sem deixar de lado a atenção quanto à durabilidade e à reutilização de resíduos – chega agora a sua concretização graças a essa parceria”, explica Agustina.

Espaço Colletivo + Casa Manual - Piso térreo

Comas + Insecta-73.jpg
Evento Posterior: 16 de fevereiro
Martinez Trio