Coleção Poesia Concreta estreia no #MANUALnaPinacoteca

A brutalidade do cimento, a beleza do couro e a leveza da poesia estão nas peças da coleção

A brutalidade do cimento, a beleza do couro e a leveza da poesia estão nas peças da coleção

Quando pensamos em realizar um festival da cultura feita à mão, a ideia era apenas construir um palco para que os incríveis empreendedores criativos apresentassem seus trabalhos. Mas, convenhamos, foi muita inocência achar que juntaríamos tantas mentes e mãos inquietas em um mesmo ambiente sem que isso rendesse novos frutos. E como é bom ver a Rede Manual se integrar, abrir caminhos e parcerias. Uma delas é a inédita coleção Poesia Concreta, que será apresentada pela primeira vez neste fim de semana no #MANUALnaPinacoteca, nos dias 4 e 5 de novembro. Quanta honra!

O projeto nasceu de tríade formada entre Duo Solo, que produz vasos incríveis de concreto, Flats Exclusivas, marca de calçados artesanais, e Karine Rossi, jornalista e uma das sócias aqui da Floristas, a produtora que realiza o Mercado Manual. Parece uma mistura meio maluca a de três iniciativas tão distintas, mas elas conseguiram encontrar um tom em comum. E que tom lindo! As empreendedoras vão apresentar vasos de concreto ornamentados com tiras de couro que carregam a poesia das palavras desconstruídas, que mostram outros significados. De quebra os conjuntos vão receber ainda arranjos cheios de vida.
 

137.jpg
WhatsApp Image 2017-10-30 at 13.15.36.jpeg

“Sempre fui apaixonada por poesia concreta e estudei muito o assunto. Há algum tempo, de forma completamente intuitiva, comecei a desmontar as palavras na minha cabeça e me encantar com os muitos sentidos que encontrava ali”, conta Karine. Ela passou a publicar estas poesias nas redes sociais e, como acontece com muitas boas ideias, as coisas tomaram forma quando foram compartilhadas. Com o olhar das artesãs surgiram novas interpretações e um suporte ainda melhor que o digital: os vasos, tiras e plantas que formam agora a coleção - resultado que mostra toda a riqueza da construção coletiva.

“É um projeto que surgiu da parceria entre amigas apaixonadas por ressignificar uma mensagem. Misturamos a brutalidade do concreto das peças da Duo Solo com a poesia de Karine Rossi impressa na beleza do couro das Flats. O resultado é um trabalho forte que desconstrói as formas e as palavras de maneira inédita e encantadora.”, dizem Priscilla Grabert e Diana Kurpjuweit, as makers por trás da Duo Solo.
 

Até por usar concreto e plantas como principais materiais, a marca sempre teve a ressignificação como um de seus princípios. “Percebemos que as pessoas buscam cada vez mais uma relação mais profunda, única e slow com o que consomem. Querem peças que têm significado; não um objeto pura e simplesmente, mas sim toda a história da manufatura que carregam.”, dizem.

Segundo elas, a coleção Poesia Concreta segue justamente este conceito. Cada peça tem trajetória cheia de significado e processo cuidadoso e extremamente artesanal. Pela complexidade e carinho que demanda, a série é super limitada e exclusiva, são apenas 10 unidades. A coleção é tão especial quanto esta edição do nosso festival, que acontece pela primeira vez na Pinacoteca de São Paulo. Tudo em sintonia, assim como o trabalho das três empreendedoras.


VEM TAMBÉM

O #MANUALnaPinacoteca acontece neste fim de semana, das 10h às 20h no sábado e das 10h às 18h no domingo. Muito design feito à mão, shows e oficinas gratuitas. Um evento para entreter, fazer trocas verdadeiras e conhecer quem faz. A programação está imperdível, dá uma olhada aqui.

O estacionamento da Pinacoteca estará fechado justamente para sediar o nosso festival. Vá de trem ou metrô e desça na belíssima estação da Luz, que fica a poucos metros. É só atravessar a rua. No feriado, entre 2 e 5 de novembro, o museu terá entrada franca para a exposição que celebra os 120 anos de Di Cavalcanti.

WhatsApp Image 2017-10-30 at 13.18.18.jpeg
WhatsApp Image 2017-10-30 at 13.15.04.jpeg

As peças da coleção são feitas de forma completamente artesanal, em várias etapas

WhatsApp Image 2017-10-30 at 13.16.15.jpeg

Texto: Giovanna Riato | Fotos: divulgação / Poesia Concreta